Um compilado de contos de ficção científica sempre é bem-vindo, ainda mais com tantos excelentes nomes na lista como Isaac Asimov e Ray Bradbury. Conheça outros pontos de vista sobre o futuro com belas críticas sociais aplicadas…


Editora: Von SchmidtScience Fiction - Autores Convidados, de Von Schmidt
Páginas: 212
Ano de publicação original: 1966

Sinopse:

Compõe a obra os seguintes contos:
O Formigão de Howard Fast; A Resposta de Fredric Brown; A Sombra do Perigo de Robert Sheckley; A Ordem Final de A. E. Van Vogt; O Assassino de Ray Bradbury; QRM de Richard Wilson; O Androide de Henry Kuttner; Os Deuses de Henry Slesar; A Sensação de Poder de Isaac Asimov; Coventry de Robert A. Heinlein; A Montanha Russa de Alfred Bester.


Não farei uma análise individual de A Resposta e de Os Deuses por serem bem curtos. O primeiro tem uma página e o segundo duas. Mas saiba que são excelentes e merecem a sua leitura.

O Formigão – de Howard Fast

Este conto traz alguns belos questionamentos, em meio a uma escrita que preserva o suspense com traços de humor. O recluso escritor Morgan acaba encontrando algo inacreditável de tamanho desproporcional e vai até o museu mostrar a um especialista o seu achado. A questão do medo ao desconhecido, mesmo sendo ele de aspecto bem conhecido, as reações automáticas que temos e, claro, aquele medo clássico do fim de todas as coisas através de guerras.

A Sombra do Perigo – de Robert Sheckley

Fazendo uma bela crítica para os reality shows cada vez mais extremos da televisão internacional, o autor vai tecendo como a vida do totalmente comum Raeder que tenta sobreviver em uma perseguição mortal. A escrita é fluída, objetiva e abre precedentes para conhecermos mais sobre aquele universo. Onde tudo, inclusive tragédias, são motivos para se ter audiência.

A Ordem Final – de A. E. Van Vogt

Pegando inúmeras influências de Isaac Asimov, Van Vogt traz um conto bem articulado tecnicamente, onde vemos debates sobre a legitimidade da vida do robô. Ele é um ser vivo? Deve ser tratado como tal? Ou é apenas um escravo? Com isto em mente, uma conspiração de esfera universal está em curso, trazendo aquele ar de intriga e mistério que sempre são frequentes em ficção cientifica. Carimbo Asimov de qualidade robótica?

O Assassino – de Ray Bradbury

O excelente escritor de Fahrenheit 451 nos traz um conto com o seu toque de humor e crítica bem apurados em sua escrita. A entrevista de um psiquiatra com um assassino tem tons de comédia, qual nos diz respeito aos meios de comunicação e a internet das coisas. Sim, mesmo com tantos anos de diferença, o escritor nos traz um tema tão atual e nos traz um conteúdo atemporal.

Q R M – de Ray Richard Wilson

A comunicação entre redes de notícias é feita a partir de rádio e datilografia. Porém, algo interfere e começam a chegar notícias de outro lugar. Um lugar bem diferente. Aparentemente, uma conspiração parece ter sido descoberta por um acidente que é apresentada de forma descontraída, porém, com interessante toque de mistério e intriga. Apesar disso, ainda não é um dos melhores contos do compilado.

O Andróide – de Henry Kuttner

Neste conto, temos grandes reviravoltas na descoberta de um androide em posição de influência em meio aos humanos. Bradley não mede consequências para descobrir sobre o androide em questão e quer mostrar a todos que esta conspiração pode destruir os humanos. Porém, tudo é mais complicado que isso. A escrita de Kuttner é excelente e te faz querer saber logo o que está acontecendo e o que vai acontecer. Um dos melhores contos do compilado.

A Sensação do Poder – de Isaac Asimov

Assim como Bradbury, Asimov traz aquele humor no roteiro da história para nos apresentar uma crítica poderosa. Agora, sobre como estamos lidando com as máquinas e o nosso desenvolvimento tecnológico. O especialista Myron Aub tem um dom inacreditável, e este poder, que antes era dado somente pelas máquinas, pode ser ensinado e, com isso, a raça humana pode fazer coisas maravilhosas. Esta sensação de poder é grandiosa e, digo mais, você pode ter também.

Coventry – de Robert Heinlein

O maior conto, em questão de páginas, do compilado traz o estrelado escritor trazendo uma ficção cientifica distópica. Uma crítica política é desenhada aqui, onde David McKinnon, condenado à escolha entre as Duas Alternativas, decide ficar recluso da sociedade junto de outros párias da sociedade. Ali, ele se mete em confusões rapidamente e se vê sem escolhas, a não ser voltar de onde escolheu ser banido para avisar sobre eminente perigo. A transformação do personagem é o ponto principal, apesar de todo aquele universo ser rico e cheio de possibilidades.

A Montanha Russa – de Alfred Bester

E para encerrar o compilado, um conto cheio de mistério de Bester, para te instigar no mundo da ficção cientifica. David está investigando algumas pessoas para um propósito obscuro e uma tecnologia clássica está em pauta, mesmo sem ser nomeada. Toda a história é feita para se mergulhar naquele universo e tentar descobrir o que raios está acontecendo. Entretanto, é uma pena que seja tão curto, fazendo a história ficar bem corrida em sua conclusão. Apesar do instigante final.


Este compilado editado por Von Schmidt em 1966 nos traz excelentes histórias para que mergulhemos neste universo de ficção cientifica. Ele traz alguns pontos de vista interessantes para problemas comuns, e alguns ficarão em sua memória por um bom tempo. Apesar de um ou outro, não ter a sua qualidade tão alta assim.

bio CAIQUE