Vamos conferir um pouco mais sobre Hellboy, um personagem estranho que já apareceu duas vezes nos cinemas com batalhas excelentes e resolvendo inúmeros mistérios. O material fonte é com certeza recomendável.


Editora: Mythos Hellboy: Edição Histórica – Volume 3 - O Caixão Acorrentado
Páginas: 188

Sinopse promocional:

A coleção Hellboy: Edição Histórica chega ao seu terceiro volume em grande estilo. Nesta edição de luxo com 188 páginas, a Mythos Editora reúne sete aventuras produzidas entre 1994 e 1999 por Mike Mignola, nas quais Hellboy combate novas ameaças sobrenaturais e começa a desvendar alguns inquietantes mistérios acerca de sua origem. Como se não bastassem os roteiros brilhantes e a sensacional arte de Mignola, vale destacar que quatro dessas histórias chegavam pela primeira vez às bancas e livrarias brasileiras nesta edição, em um total de 60 páginas até então inéditas com a combinação de terror e suspense, aventura e humor, que tanto cativa os fãs do Detetive Sobrenatural.


Nesta coleção, temos vários pequenos e independentes contos, inclusive alguns premiados, que nos trazem mais investigações paranormais do que ação desenfreada e tem um certo grau de tensão que vem bem a calhar. As complexidades das relações interpessoais são bem trabalhadas, trazendo mais densidade para o enredo, em que famílias e cidadãos de cidades atormentadas sofrem em meio a um mal que sempre é antigo e atormentador.

A ironia de um personagem infernal enfrentar males sobrenaturais é incrível. Esta certa “conversão” de um mal em algo bom traz muitas reflexões. E um toque de reviravolta em cada aventura de personagens envolvidos na aventura e traz motivações instigantes para cada personagem na trama, mostrando que ninguém aparece ali por acaso. Sempre há algum significado.

Hellboy: Edição Histórica – Volume 3 - O Caixão Acorrentado

Os contos que contam com o artista e roteirista Mike Mignola tem uma identidade própria muito bem aproveitada. Contém traços de contos de terror com um tom de aventura de D&D de forma interessante, instigando o leitor a ler mais e mais sobre estes personagens. Quando você percebe, já leu mais de 40 páginas num piscar de olhos.

O Garoto do Inferno ainda tem muito o que mostrar em suas aventuras, porém, nos dá alegria ver como funciona tão bem esta temática nos quadrinhos, e nos faz querer ver onde vai dar suas renovadas aventuras. Este é apenas o Volume 3 de uma coleção que é indispensável para qualquer colecionador de HQs.

bio CAIQUE