Esta noite, poema, cemitério, guerra,

Esta noite é mais sombria
E mais assustadores os trovões
Nesta noite há mais lágrimas
E caem mais aviões

Esta noite os fantasmas tremem
Pois suas correntes estão mais pesadas
Pessoas a Deus não temem
Junto com os anjos oramos
E a vitória esperamos

Esta noite os loucos ouvem
Dos psiquiatras as reclamações
Esta noite você é o que me resta
Em meio a aberrações
Esta noite o nordeste esfria
E com ele os corações

Esta noite minha consciência pesa
Mesmo que seja inocente
O jantar está a mesa
E não sacia minha faminta mente

Esta noite os dragões choram
E os que tem casa
Na rua moram

Esta noite é estranha
E ficará em meu memorial
Esta noite sobriveremos
Esta noite terá final!