Inveja na miséria poema kratos

Todos estão por baixo da carne seca
E nem imaginam como pior seria
Não há um porquê de diferença
Não há inveja na miséria

Estamos todos sofrendo
Com problemas intermináveis
Nao temos o que comer
Somos todos miseráveis
Devíamos estar todos juntos?
Nem todos são confiáveis

Deveriam todos pensar racionamente
Mas o que prevalece é o cada um por si
Não a destinatário ou remetente
É a briga por comida e abrigo
É morte que se sente

Crianças morrendo sedentas
Estamos todos com fome
“Não há inveja na miséria”
“Olhe só o meu Iphone”
Faça inveja na miséria
Isto como fogo nos consome

Fazem inveja na miséria
Apostam sua última refeição
Em quem ganhará no futebol
Isto é de vida condição?

Estamos morrendo de sede
Morremos todos amargurados
Somos os pobres miseráveis
Enquanto eles morrem afogados
A inveja na miséria que acontece
Somos ou não obrigados?

São crianças miseráveis
“Minha boneca é melhor”
“Meus carrinhos são incríveis”
Foram todos fabricados na China
Deixaram de ser bebês amáveis
Por causa da inveja na miséria
Temos problemas incontáveis

Quanta inveja na miséria
“Miseráveis tem bolsa família”
Vivem superficialmente
Com inveja da miséria alheia
E nos matamos lentamente

bio raquel